23 Fevereiro 2009

Estive para chamar bruschetta a este pequeno divertimento, mas não segui os preceitos oficiais de uma bruschetta, e portanto é apenas uma torrada. De sabores fortes, que borrego, hortelã e queijo da ilha não são para todos. A ideia nasceu de um improviso, estava eu a fazer um caldo de carne. A trilogia de alho francês, cenoura e cebola já estava a cozer, temperada de azeite, sal, pimenta esmagada e louro, e eu queria juntar-lhe uns ossos para apaladar. O pedaço de perna de borrego que estava no frigorífico vinha a jeito mas tinha de me livrar da carne… nasceu esta ideia.

Ingredientes para 4 pessoas:
200 a 300 g de carne de borrego
6 a 10 folhas de hortelã
6 grãos de pimenta preta
1/2 colher de café de sal
2 colheres de sopa de azeite
Queijo da ilha ralado ou em raspas

Preparação:


Fatie finamente a carne de borrego, como que para um carpaccio. Num almofariz, pise a hortelã com o sal e a pimenta. Junte o azeite e a carne e vá pisando suavemente, misturando bem os temperos.

Faça 4 torradas de pão alentejano, no forno, para terminarem de torrar em simultâneo. Barre com manteiga.

Leve um wok a lume forte. Quando estiver bem quente, deite a carne de borrego e cozinhe mexendo energicamente por 1 minuto, até a carne parte da cor rosácea. Deite a carne por cima das torradas e raspe ou rale o queijo da ilha generosamente, para fundir na carne.

Sirva de imediato, como entrada. Deixo o alerta que o borrego e a hortelã casam muito bem, mas apenas para quem gosta destes sabores…

08 Fevereiro 2009


Uma tarte de maçã simples e rápida de preparar. Fica leve, pouco doce, e saborosa - ideal para estes fins-de-semana mais caseiros.

Ingredientes:
1 base de tarte em massa quebrada
3 maçãs
1 colher de sopa de açúcar para enfeitar
canela

Para o creme de pasteleiro:
200ml leite
2 gemas de ovo
40g de açúcar
1,5 colheres de sopa de farinha
1,5 colheres de sopa de amido de milho (maisena)
10g de manteiga
extracto de baunilha


Preparação:
Prepare primeiro o creme de pasteleiro (usei esta receita, do Happy Home Baking): leve o leite a aquecer em lume brando até ferver - retire do lume e reserve. Deite as gemas numa taça, junte o açúcar, e bata com uma vara de arames até clarear e engrossar. Deite a farinha e o amido de milho e continue a mexer até ficar um creme suave. Junte o leite a pouco e pouco, mexendo sempre para evitar que forme grumos. No final, passe por um passador para um tacho e aqueça em lume brando, mexendo sempre com a vara de arames até começar a ferver. Espere mais um minuto, sem parar de mexer, até engrossar. Retire do lume, junte a manteiga e a baunilha e misture bem. Tape com uma folha de papel aderente e deixe arrefecer.

Aqueça o forno a 200º. Enquanto espera, coloque uma folha de papel vegetal sobre a forma que vai usar e aplique a massa quebrada por cima, ajustando-a bem à forma. Corte o excesso de papel. Leve ao forno durante cerca de 8 minutos, com alguns feijões (ou grão) por cima para fazer peso e evitar que a massa suba. Retire do forno e espalhe o creme de pasteleiro por cima (se estiver demasiado espesso, mexa-o primeiro com uma colher para que seja mais fácil de espalhar). Entretanto corte as maçãs em gomos finos e coloque-as sobre o creme de pasteleiro, em círculos. Polvilhe com a colher de sopa de açúcar e espalhe canela a gosto.
Leve ao forno até estar no ponto.

05 Fevereiro 2009


As bombocas de morango são provavelmente dos doces mais emblemáticos da minha infância. Lembro-me que durante uns anos recebia sempre uma caixa de bombocas pelo Natal - e lembro-me da delícia que era comê-las, quebrando primeiro o chocolate no topo, depois lambendo o recheio e comendo até chegar à bolacha final. Quando uma colega me enviou uma receita de bombocas não resisti a experimentar. No entanto, e como entretanto comprei também algumas formas para fazer bombons caseiros, resolvi fazer uma espécie de dois-em-um e inventar assim estes bombons de bomboca. Resultaram bem - o sabor é semelhante às bombocas originais e o tamanho pequeno ajuda a não ficar com demasiados remorsos ao comê-las...


Ingredientes (para cerca de 20 bombons pequenos):
3 claras
150g de açúcar em pó (a receita indicava 250g, eu fiz com 200 e ainda assim achei muito doce, daí sugerir 150g)
1/2 pacote de gelatina de morango
200g de chocolate para cobertura
wafers de baunilha
forma para bombons arredondados


Preparação:
Deite as claras numa tigela funda e bata-as em castelo. Quando começarem a estar firmes comece a deitar o açúcar a pouco e pouco, batendo sempre, até ficarem no ponto. Nessa altura, leve a tigela ao lume em banho-maria. Assim que a água ferver, volte a bater as claras (sem as retirar do lume) por mais 10 minutos, aproximadamente. Retire do lume.

Entretanto, leve 1,5dl de água ao lume e dissolva nela o meio pacote de gelatina. Deite-o sobre as claras e envolva bem, com cuidado para não quebrar. Leve ao frigorífico umas horas até arrefecer.

Para preparar os chocolates, parta 100g de chocolate de cobertura em pedaços pequenos para dentro de um recipiente. Coloque-o sobre uma panela com água (de forma a que o recipiente não toque na água) e leve ao lume até a água ferver. Desligue o lume e mexa o chocolate com uma espátula de plástico até derreter - se esfriar demais, volte a ligar o lume até a água ferver de novo. Assim que o chocolate estiver bem líquido, deite-o sobre cada uma das cavidades da forma. Agite o chocolate por forma a que as paredes de cada cavidade estejam bem cobertas de chocolate. Para eliminar o excesso, vire a forma com as aberturas para baixo (de preferência sobre um tabuleiro forrado com papel de forno, para não sujar demasiado...) e deixe escorrer. Passados poucos minutos vire de novo e com a ajuda de uma faca ou de uma espátula fina retire o excesso da forma. Leve ao frigorífico até secar completamente.

Assim que estiver seco, retire as formas e o recheio de bomboca do frigorífico. Coloque o recheio num saco de pasteleiro (ou, numa alternativa mais simples, num saco de plástico de congelação ou similar; corte um dos bicos do fundo do saco e terá um saco de pasteleiro caseiro!) e esprema-o em cada um dos bombons, por forma a ocupar até cerca de 3/4 da altura do bombom.

De seguida, coloque alguns wafers de baunilha na picadora e pique-os finamente. Coloque um pouco em cada um dos bombons (para simular a bolacha final da bomboca. Finalmente, derreta os restantes 100g de chocolate de cobertura usando a mesma técnica que anteriormente e verta-os sobre cada bombom, para os 'fechar'. Deixe secar um pouco, retire o excesso de chocolate que tiver ficado à superfície da forma e, se quiser, salpique o fundo de cada bombom com mais bolacha picada. Leve ao congelador. O frio do congelador irá fazer com que os bombons se descolem da forma, sendo bastante mais fácil retirá-los. Com uma faca corte algumas imperfeições que possam ter ficado no fundo - e pronto, os bombons de bomboca estão prontos a comer!
 
© 2012. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff