31 Março 2010

Uma receita escandinava. É uma interessante variação sobre o mais conhecido salmão fumado, e a minha melhor descrição para quem nunca provou é que o gravlax será uma espécie de “presunto de salmão”. Normalmente será apresentado como entrada, servido em saladas ou sobre pão e com algum molho fresco (de iogurte e endro por exemplo). É mesmo simples de preparar, e permite surpreender os amigos com um sabor invulgar.

Ingredientes:
1 ou 2 lombos de salmão, somando meio quilo
2 colheres de sopa de sal grosso
2 colheres de sopa de açúcar
1 colher de sopa bem cheia de endro picado (também conhecido por aneto)
1 colher de sopa de vodka (opcional)
½ colher de café de pimenta
Raspa de 1 limão
Fatias finas de limão para guarnecer

Preparação:
Misturar todos os ingredientes, excepto o peixe. Sobre película aderente espalhe umas colheres da mistura, algumas rodelas finas de limão e sobreponha o lombo de salmão, deitando-lhe por cima o restante preparado.

Embrulhe bem na película aderente e leve ao frigorífico por 48 horas, com um peso em cima. Vire todas as 12 horas, deitando fora o líquido que escorre.

Por fim, retire do frio e lave sobre água corrente, secando com um pano. Decore generosamente com endro e sirva em fatias finíssimas.

23 Março 2010


A receita é do chef Jamie Oliver (ou da sua avó, como ele diz no livro Cook With Jamie, provavelmente o meu preferido de entre os vários que ele já lançou). É um bolo muito interessante - a textura das amêndoas na massa é muito interessante e o sabor intenso do limão (na massa, na calda, na cobertura) "enche" todo o bolo e torna-o irresistível (bem, pelo menos para mim, que adoro limão em praticamente todo o tipo de doces).

Uma nota sobre as sementes de papoila, visto que tive alguma dificuldade em comprá-las: ainda não é fácil encontrá-las em super ou hipermercados, mas encontram-se bem nas lojas de produtos dietéticos. Em Lisboa consegui encontrá-las numa das lojas do Celeiro.


Ingredientes:
Para a massa:
115g de manteiga sem sal
115 de açúcar
4 ovos
180g de amêndoas trituradas
30g de sementes de papoila
2 limões
125g de farinha com fermento

Para a calda:
100g de açúcar
90ml de sumo de limão

Para a cobertura:
225g de açúcar em pó
1 limão


Preparação:
Comece por aquecer o forno a 180º. De seguida, alguma preparação: forre uma forma circular com papel vegetal untado com manteiga, tire a raspa dos limões e esprema-lhes o sumo. Reserve.

Coloque a manteiga (amoleça-a no micro-ondas, se necessário) numa tigela grande, juntamente com o açúcar e bata com a batedeira eléctrica até ficar cremoso. De seguida junte os ovos separadamente, batendo bem cada um deles com o resto da mistura. Deite as amêndoas trituradas, as sementes de papoila, a raspa e o sumo do limão e a farinha, misturando tudo muito bem até obter uma massa homogénea. Verta a massa para a forma que preparaou e leve ao forno durante cerca de 40 minutos (faça o teste do palito). Assim que estiver cozido, retire do forno, deixe arrefecer e desenforme.

De seguida, prepare a calda, aquecendo o sumo de limão com o açúcar num tachinho até que o açúcar dissolva. Faça vários buracos no topo do bolo com um palito e verta a calda por cima, para que esta entre na massa e a torne bem embebida.

Finalmente a cobertura - misture o açúcar em pó com a raspa e o sumo do limão. A ideia é ficar com uma consistência pastosa e não líquida, caso contrário a cobertura escorrerá por todo o bolo e não ficará em condições. Deite a cobertura sobre o bolo e espalhe com a ajuda de uma colher, deixando escorrer lentamente pelos bordos. Está pronto a servir!

07 Março 2010


Em três anos de blog, temos apenas uma receita de pizza - a pizza de ameixa reinha-cláudia e presunto, do Chef Janvier. Era boa altura para mais uma - e nem de propósito, hoje fiz a minha primeira pizza caseira. Eu sei, eu sei. Mas sim, foi a primeira vez - e não saiu nada mal, para primeira vez. E sendo assim, aqui vai, e recomendada - esta massa fica óptima! As quantidades para a cobertura são a olho, consoante o gosto.


Ingredientes:
600g de farinha tipo 55 (equivalente à tipo 00 italiana)
1 colher de sopa de sal
2 saquetas de 7g de fermento seco
1 colher de sopa de açúcar
4 colheres de sopa de azeite
350ml de água morna
1 mozarella
cogumelos portobello frescos
polpa de tomate
bacon
orégãos
rúcula
3 dentes de alho
queijo parmesão
sal
pimenta


Preparação:
Misture a água com o açúcar, o fermento e o azeite e deixe repousar uns minutos. Misture a farinha e o sal na bancada, fazendo um monte e abrindo uma cavidade funda no meio. Deite a água na cavidade e vá misturando a farinha à água com a ajuda de um garfo, até a mistura começar a ligar. A partir daí trabalhe a massa com as mãos (deite farinha para evitar que a massa cole aos dedos) até estar suave e elástica. Coloque-a num recipiente enfarinhado, tape com um pano de cozinha húmido e deixe repousar durante cerca de uma hora até duplicar de tamanho. Retire a massa do recipiente, estique-a um pouco para retirar o ar e enrole numa bola. Esta quantidade dá para cerca de três a quatro pizzas - corte a massa em 3 ou 4 porções, enrole em película aderente as que não for usar e congele para usar mais tarde. Se não for cozinhar já a sua pizza, enrole também essa porção em película e guarde no frigorífico até à altura de a preparar.

Prepare a cobertura - limpe e corte os cogumelos em pedaços pequenos. Deite um fio de azeite numa frigideira e junte-lhe dois dentes de alho esmagados. Deixe cozinhar durante uns minutos em lume brando (sem queimar o alho!) e retire o alho. Junte os cogumelos e misture bem. Tempere com sal, pimenta e um pouco de orégãos. Cozinhe uns minutos e reserve.

Noutra frigideira, aqueça um fio de azeite e deite um dente de alho picado. Junte a polpa de tomate e uma pitada de açúcar. Polvilhe com orégãos e tempere com pimenta. Deixe aquecer um pouco e reserve também.

Finalmente, coloque a massa na bancada enfarinhada e comece a esticá-la com o rolo. A ideia é deixá-la bem fina - a massa cresce sempre com a cozedura. Quanto mais fina melhor! Forre um tabuleiro de forno com papel vegetal e coloque a massa por cima. Deite o molho de tomate no centro da base e espalhe bem. De seguida, parta a mozarella em pedaços e espalhe sobre o molho de tomate. De seguida, coloque fatias de presunto ao longo da pizza e termine com os cogumelos salteados. Polvilhe com um pouco de queijo parmesão ralado e orégãos. Leve ao forno a 200º e com o grill ligado. Deixe alguns minutos até estar pronto. Retire do forno e espalhe a rúcula por cima, bem como mais algum parmesão ralado, se desejar. Sirva imediatamente!
 
© 2012. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff