17 Abril 2010


Quando compro garoupa quero sempre aproveitar a cabeça para uma sopa. Lá me dedico a desmanchar a garoupa da cabeça à cauda e começo a sopa. A partir daí a sopa toma conta das minhas preocupações e os lombos de garoupa passam a ser algo secundário. Desta vez fui aos limites e meti os lombos na própria sopa. Inspirei-me num restaurante de cozinha de fusão asiática, que serve sopas com bifes grelhados lá dentro (surpreende mas é realmente bom).


Para 6 pessoas.

Ingredientes:
1 garoupa de 1,5kg
60 ml de azeite.
1,5 L de água
1 cebola média
200 g de feijão branco cozido (de lata)
300 g de courgete
400 g de tomate em lata
1 fatia de pimento vermelho
1 colher de chá de sal, mais pimenta para apurar
1 raminho pequeno de salsa


Preparação:

Leve ao lume um tacho alto com azeite e aloure ligeiramente a cebola. Junte o feijão, a courgete cortada sem pele e a lata de tomate bem como a água.
Levante os lombos de garoupa e deite a cabeça e espinha na sopa, cozinhando por 20 minutos. Remova o peixe e espinhas e junte a salsa. Triture de imediato.
Separe o peixe das suas espinhas e reintroduza os pedaços de peixe assim obtidos na sopa. Deixe ao lume a apurar. Deixe ao lume a apurar com a malagueta.

Tempere os lombos de garoupa com sumo de limão e sal e grelhe os lombos de garoupa. Sirva como se mostra na foto.

Bom apetite!

09 Abril 2010

Mais que uma receita, esta é uma bonita forma de apresentar os legumes de acompanhamento a um prato principal. Levar a abóbora recheada à mesa é um momento de surpresa pelo que convém escolher uma abóbora bonita. Como quase sempre acontece, primeiro comprei o ingrediente inusitado (a abóbora) e depois é que pensei numa receita. Juntei ideias de 2 livros diferentes e saiu esta ideia. Tive ainda o azar de ter uns mexilhões à mão que atirei para dentro da abóbora, mas isso correu mal – mania de aproveitar tudo o que está à mão…

Ingredientes:
1 abóbora hokaido (pouco maior que uma meloa)
1 cebola pequena picada (1 chalota)
8 a 10 folhas de endívia, cortadas
1 maçã granny smith cortada em cubinhos
1 cenoura em rodelas muito finas
Azeite q.b.
1 colher de sopa de mel
1 colher de café de canela
1 colher de café de cominhos em pó
Sal e pimenta q.b.

Preparação:

Corte a “tampa” à abóbora e remova todas as sementes. Numa pequena taça, misture azeite com o mel, a canela, os cominhos, sal e pimenta moída. Numa frigideira leve a alourar em pouco azeite a endívia, a cebola e a cenoura. Barre o interior da abóbora com um pouco da mistura de especiarias. Envolva os vegetais e os cubinhos de maçã com a mistura de especiarias e recheie a abóbora até não caber mais.

Leve ao forno por 20 minutos a 180 ºC.

Leve à mesa num prato, partindo então a abóbora, a pouco e pouco.

05 Abril 2010


Este risotto extremamente aromático é uma excelente forma de trazer algo diferente aos sabores típicos do risotto italiano. A receita é inspirada na do livro 'The Accidental Vegetarian', de Simon Rimmer. E digo 'inspirada' por dois motivos: Rimmer usa folhas de lima Kaffir na tapenade, que eu não encontrei, e por isso resolvi duplicar o número de limas da receita (sumo e raspa); por outro lado, a técnica de risotto de Rimmer é diferente da que conheço e não me convenceu (natas no risotto?...), por isso fi-lo tal como costumo fazer os meus, e saiu no ponto certo.

Ingredientes (4 pessoas):

Para o risotto:
4 chalotas
1 dente de alho
3 talos de erva-príncipe
500g de arroz para risotto
100ml de vinho branco
2l de caldo de legumes
azeite
sal
pimenta
1 lima

Para a tapenade:
2 limas
100g de azeitonas verdes, descaroçadas
1 colher de sopa de alcaparras
alguns talos de coentros
1 dente de alho
azeite


Preparação:
Comece pela tapenade, até porque assim que começar a fazer o risotto não poderá pegar em mais nada... Raspe a casca das limas para o copo de um robot de cozinha e esprema o seu sumo para o mesmo copo. Junte as azeitonas, as alcaparras, o dente de alho e os talos de coentros picados. Pique até ficar grosseiramente misturado. Misture o azeite e volte a picar. Junte azeite até ficar com a consistência que preferir. Junte sal e pimenta, se achar necessário. Deite numa tigela e reserve.

Agora o risotto. Corte as chalotas e pique o dente de alho. Deite ambos numa panela alta, junte um fio de azeite e deixe cozinhar em lume brando, até amolecerem. Bata na erva-príncipe com as costas de uma faca, para que liberte o seu aroma, e junte à panela, misturando bem. Finalmente, deite o arroz, envolva bem no refogado e deixe cozinhar um pouco. Junte o vinho e mexa bem até que o arroz o absorva na totalidade.

Junte uma colher de caldo de legumes e mexa constantemente até o arroz absorver o caldo. Nessa altura, junte mais uma colher e repita. Continue assim durante alguns (vários...) minutos, até o arroz estar al dente. Rectifique os temperos, mexendo sempre, e finalmente deite a tapenade no arroz, mexendo bem.

Sirva com um pouco de raspa de lima por cima.
 
© 2012. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff