29 Novembro 2007

Como já disse noutra ocasião, risotto é um dos pratos que mais gosto de fazer. Neste fim-de-semana resolvi experimentar uma receita diferente, retirada do livro "Cook With Jamie", do chef Jamie Oliver. É um risotto muito agradável, com o sabor doce da maçã a fazer um bom contraste com a força do gorgonzola.


Ingredientes (4 pessoas):
300g de arroz arborio ou carnaroli
1dl de vinho branco
1,5l de caldo de galinha (ou de legumes)
1 cebola (ou chalota) picada
1 maçã
100g de queijo gorgonzola
50g de queijo chèvre
queijo parmesão (ou grana padano) ralado
nozes
azeite
1 noz de manteiga
sal, pimenta


Preparação:
A regra fundamental para fazer um risotto é preparar todos os ingredientes antes de começar a cozinhar, dado que o risotto obriga-nos a estar constantemente a mexer o arroz, e por isso não nos dá tempo para preparar seja o que for enquanto o arroz coze. Assim, comece por preparar o caldo de galinha (ou legumes) num tachinho. Enquanto o caldo vai aquecendo, descasque a maçã, corte-a aos cubos e regue com um pouco de sumo de limão para não oxidar. Aproveite também para picar a cebola (ou chalota), para desfazer o gorgonzola e o chèvre em pedaços, para ralar o parmesão e para partir as nozes.

Assim que tiver tudo pronto, leve uma panela alta a lume médio com um pouco de azeite e deite-lhe a cebola. Quando estiver dourada, deite o arroz e mexa durante um pouquinho, para o envolver bem no azeite e na cebola. Deite o vinho branco e vá mexendo sempre. Assim que o vinho evaporar, deite uma colher do caldo que preparou anteriormente. Vá mexendo sempre até o caldo evaporar - e nessa altura deite outra colher. Vá repetido este processo, deitando a colher de caldo, esperando que evapore, e sem nunca se esquecer de mexer constantemente o arroz (é fundamental para evitar que o arroz pegue). Prepare-se para ainda estar algum tempo ao fogão...

Quase no final da cozedura, junte um pouquinho de sal e pimenta. Não é preciso muito, porque os queijos têm um sabor forte que não precisa de grandes temperos.

Quando o arroz estiver no ponto, desligue o lume e junte-lhe a noz de manteiga, o parmesão ralado e os pedaços de maçã, gorgonzola e chèvre. Tape a panela e espere cerca de um minuto, para que os queijos derretam e se fundam bem com o arroz. Neste minuto, aproveite para aquecer as nozes partidas em pedaços numa pequena frigideira.

E agora é só servir - eu gosto de ralar parmesão para os pratos antes de lhes deitar o risotto (para mim, o parmesão nunca é demais...). Espalhe as nozes sobre o risotto e deite um fio de azeite por cima de tudo. Sirva imediatamente.

25 Novembro 2007

Tinha umas maçãs e umas pêras a mais e queria fazer uma sobremesa. Ao folhear os livros de cozinha que tenho em casa, parei na página com a receita de Tiramisù. Não é uma sobremesa que leve frutas, mas... porque não? Resolvi arriscar uma adaptação, substituindo os habituais palitos la reine por fatias finas de maçã e pêra e pedaços de nozes picadas. Saiu esta variação, que resulta bastante bem.


Ingredientes (4 pessoas):
2 maçãs
3 pêras
3 ovos grandes
100g de açúcar
250g de queijo mascarpone
nozes picadas
1 colher de sopa de açúcar amrelo
canela
cacau em pó


Preparação:
Comece por descascar as maçãs e as pêras. Retire-lhes os caroços e corte-as em fatias finas. Coloque as fatias num pirex, polvilhe com o açúcar amarelo e com canela (a gosto). Leve ao forno por uns bons minutos (com cuidado para não deixar queimar o fundo).

De seguida, parta os ovos, separando as gemas das claras em tigelas separadas. Junte metade da quantidade de açúcar às gemas e bata até ficar em creme. Junte o queijo mascarpone e continue a bater até obter uma mistura cremosa.

Bata também as claras com a batedeira até fazerem espuma. Junte-lhes o resto do açúcar e continue a bater até estarem bastante espessas. Junte-as cuidadosamente ao creme de mascarpone.

Pegue agora no recipiente onde vai servir o Tiramisù. Faça uma primeira camada com fatias de maçã e pêra e espalhe por cima algumas nozes picadas. De seguida, deite uma camada de creme de mascarpone. Faça mais uma camada de fruta e nozes e termine com mais uma de creme de mascarpone (dependendo do tamanho da forma, poderá alternar outras camadas, mas termine sempre com uma de creme). Polvilhe com cacau em pó e leve ao frigorífico.

Sirva fresco.

11 Novembro 2007

Há mais de 20 anos aprendi uma receita de panquecas, e foi o meu truque de cozinha por anos a fio. Eram umas panquecas a atirar para o enfarinhado, mas bastante razoáveis. Entretanto, desencantei uma receita mais interessante, que apresento aqui. Fazer panquecas é trabalho de fim-de-semana frio. E não é pouco trabalho – as panquecas exigem muito tempo à frente do fogão, mas a família adora.


Ingredientes

250 grs de farinha
3 colheres de chá de fermento em pó
½ colher de chá de sal fino
½ colher de chá de canela em pó
60 grs de açúcar
4 ovos inteiros grandes
500 ml de leite
100 grs de manteiga sem sal, amolecida
Algumas gotas de extracto de baunilha (opcional)


Peneire a farinha e junte-lhe o fermento, o açucar, o sal e a canela. À parte, bata bem as gemas até engrossarem, e junte a pouco e pouco o leite e a manteiga derretida (fria, para não talhar as gemas). Junte lentamente a mistura das gemas e leite à farinha, para fazer uma massa uniforme sem grumos. Junte o extracto de baunilha ou outro, se gostar. Bata as claras em castelo com 1 colher de açúcar. Envolva na massa. A massa deve ficar razoavelmente espessa. Se escorrer muito as panquecas não ficam altas e fofas.

Aqueça uma frigideira anti-aderente em lume médio. Ponha um pouco de óleo ou de Vaqueiro, limpe o excesso com um guardanapo de papel. Deite uma concha mal cheia de massa na frigideira, e deixe dourar a parte de baixo. Leva uns 2 minutos e a primeira panqueca nunca me fica tão boa como as seguintes. Vire para alourar brevemente o outro lado da panqueca. Se tiver aros de cozinha use-os na frigideira para fazer panquecas perfeitamente redondas e um pouco mais altas.

As panquecas da fotografia ficaram com a massa mais líquida do que o habitual, pelo que estão um pouco baixas para o meu gosto.
Sirva ainda quentes com doces variados. Eu aprecio muito com compota de maçã (do Lidl) e canela.
 
© 2012. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff