20 Maio 2012


Os amigos são para estas coisas. Até hoje eu só conhecia de nome a sopa de beldroegas, prato típico alentejano. Mas graças à amizade e generosidade do Paulo e da Maria, que visitámos ontem em Évora, já corrigi essa falha. Viemos de Évora com o essencial para a sopa - um molho de beldroegas, pão alentejano, os queijos e a receita -, e foi o almoço. E que almoço! É uma sopa simples de fazer, mas substancial e rica como só no alentejo.
A acompanhar, vinho alentejano. A finalizar, uma fatia de pão-de-rala. Não há melhor.


Ingredientes (2 pessoas):
1 molho de beldroegas
2 queijos de cabra bem curados
2 ovos
1 cabeça de alho
2 dentes de alho
3 batatas médias
pão alentejano duro
azeite
sal


Preparação:
Prepare os ingredientes: lave e desfolhe as beldroegas (o caule não é utilizado na sopa); pique os dois dentes de alho; tire a pele branca da cabeça de alho até ver os dentes, mas com cuidado para não os separar; descasque e corte as batatas em rodelas grossas; corte os queijos em quatro.

Leve uma panela grande ao lume, cubra o fundo com azeite e deite os dois dentes de alho picados. Assim que começarem a alourar, deite-lhe as beldroegas e misture bem, deixando refogar um pouco enquanto ferve cerca de 1 litro de água noutra panela. Deite a água quente sobre as beldroegas e junte a cabeça de alho e as batatas. Tempere com sal e deixe cozinhar por cerca de dez minutos. Nessa altura junte os queijos cortados em quartos e prove para corrigir o tempero, se necessário. Finalmente abra os ovos para a sopa e deixe escalfar.

Corte o pão às fatias, usando-o para forrar as tigelas da sopa. Deite a sopa sobre o pão - e delicie-se!

06 Maio 2012



Eu sei que o nome da receita parece exagerado, mas defendo-o as vezes que forem necessárias. Vi esta receita no blog da Cláudia Borralho e fiquei imediatamente interessado - uma receita de mousse de chocolate só com dois ingredientes? Ainda por cima sendo o segundo ingrediente água (e como qualquer pessoa que já tenha deixado entrar água numa ganache saberá, água e chocolate são coisas que nunca se devem misturar...)? E para além de tudo o resto, uma receita que o grande Heston Blumenthal apresenta aqui? Era impossível não experimentar...
A receita demora aí uns cinco minutos e só dá o trabalho de bater o chocolate com uma vara de arames, nada mais. E fica óptima. Cremosa como poucas mousses - e com um sabor incrível. Como não leva mais nenhum ingrediente, sabe a chocolate. Chocolate puro, sem mais nada. Para um verdadeiro apreciador, é sem dúvida alguma a melhor mousse de chocolate do mundo - todos os outros ingredientes são simplesmente dispensáveis. O único contra é que, tendo apenas estes ingredientes, rende muito pouco - uma tablete de 200g dá para duas pessoas. Mas é um contra muito pequeno tendo em conta o sabor...
A sério, experimentem. E se quiserem, podem depois variar um pouco, usando água com uma infusão de menta, ou de chá, ou substituindo um pouca da água por um pouco de licor. Mas só assim simples, com água e chocolate, já é perfeita. Vão por mim!


Ingredientes (2 pessoas):
200g de chocolate preto de boa qualidade (o sabor da mousse é o sabor do chocolate - escolham bem!)
180ml de água


Preparação:
Prepare um recipiente cheio de água e cubos de gelo e ponha outro recipiente sobre essa, por forma a que toque na água. Deixe de lado.

Corte o chocolate em pedaços pequenos (o ideal é usar uma faca de pão serrilhada). Coloque a água num tacho, deite-lhe o chocolate e leve ao lume, batendo com uma vara de arames até o chocolate derreter e misturar com a água. Assim que estiver, vaze para o recipiente que está sobre o gelo e bata com a vara de arames. Continue a bater sempre até ganhar a consistência de mousse - há-de começar a engrossar devagar e num instante lá chegará. Deite em taças e delicie-se!

02 Maio 2012


Tanta invenção com pratos novos tem destas consequências – alguns quilinhos a mais que têm agora de sair. E custa muito mais perder peso do que ganhar. Um molho saboroso passa quase sempre por juntar alguma manteiga, e quando a comida sabe bem apetece mais um pouco. Para cortar neste ritmo estou a seguir pela segunda vez na vida uma dieta. É já velhinha mas simples e eficaz – a dieta de South Beach.
A parte dolorosa da dieta passa por 2 semanas de total privação de hidratos de carbono, e como todos os nossos pequenos-almoços habituais estão carregados de hidratos de carbono, tive de inventar em grande para não fazer omeletas todos os dias de manhã que seria um enjoo.
O queijo magro fresco com verduras é uma opção excelente.

Ingredientes para 1 pessoa:

1 queijo fresco magro grande
150 g de verduras (agrião, rúcula, canónigos, ou outros – o que tiver no frigorífico, ou quintal para felizardos)
Raspas de lima (ou limão)
Sumo de 1 lima (ou meio limão)
3 a 4 folhas de hortelã
5 a 6 folhas de manjericão
Orégãos q.b.
Vinagre balsâmico q.b.
Sal e pimenta q.b.

Preparação:

Lave as verduras e tempere com o sumo do citrino. Corte as ervas aromáticas e misture nas verduras. Disponha num prato largo e coloque o queijo fresco em rodelas por cima. Tempere com as raspas do citrino, orégãos, sal e pimenta e finalize com vinagre balsâmico.

Fresco, saudável, saboroso. E o corpo agradece – já se nota bem na balança.
 
© 2012. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff