07 julho 2007

07 julho 2007

Halloumi grelhado com tomates-cereja e orégãos

7 comentários
 

Estive de férias nas últimas duas semanas, no Algarve. Sol, praia, muito calor - e uma boa surpresa. Ao fazer compras no Jumbo de Faro, deparei-me com algo que já não via há cerca de oito anos: Halloumi, um queijo tradicional de Chipre.

Conheci o Halloumi num curso de formação que fiz em 1999 - o hotel servia umas sandes óptimas, com este queijo grelhado às fatias. O Halloumi tem uma consistência rija (um queijo "borracha") que o torna ideal para ser cozinhado (grelhado, frito...). Quando o vi à venda no Jumbo levei-o logo para casa e, com base nos ingredientes que tinha por lá, fiz esta receita. Saiu tão bem que a repetimos ainda mais umas vezes - é óptima como entrada nos dias de Verão.


Ingredientes (4 pessoas):
1 queijo Halloumi (250g)
6 tomates-cereja
orégãos
azeite
doce de frutos silvestres (opcional)


Preparação:
Comece por preparar o queijo, cortando-o em fatias, não demasiado finas (para não se desfazerem enquanto cozinham). Corte também os tomates-cereja ao meio, obtendo 12 metades.

Aqueça o azeite numa frigideira-grill e, quando estiver quente, deite-lhe os tomates cereja, com o lado cortado virado para baixo. Esmague-os com uma colher de pau, para que a polpa se solte e se misture com o azeite. Deixe aquecer uns segundos e coloque então as fatias de queijo. Deixe grelhar um pouco (o suficiente para ficarem douradas mas não queimadas) e vire para grelhar do outro lado. Assim que estiver pronto, retire do lume e coloque num prato, com meio tomate em cima de cada fatia.

Polvilhe com os orégãos. Se desejar, coloque um pouco de doce de frutos silvestres no prato - fica muito bem a acompanhar o queijo.


embalagem de Halloumi:

7 comentários


Elvira disse...

Welcome home!

Julgo que ainda nunca provei esse queijo. Mas deixou-me curiosa... A receita faz crescer água na boca! :-)


Joaninha disse...

Também nunca provei nem sequer vi à venda, mas obrigada por indicar o local onde o adquiriu porque esta receita tem um aspecto simplesmente delicioso! Fiquei tentada e vou ter de experimentar! :)


FM disse...

Ja tentei vária vezes encontrar este queijo e nunca o consegui, é uma pessoa cheia de sorte.


A Taste in Heaven disse...

Interessante, e parece super saboroso!!!


melissa l. r. bryar disse...

Amei seu blog! Aqui no Brasil é muito difícil achar halloumi, em São Paulo achamos ou na rede Pão de Açúcar, então para substituí-lo utilizamos nosso queijinho branco mineiro, já experimentou? Não tem o mesmo sabor do halloumi, mas a consistência é a mesma e então conseguimos fritar. Com certeza vou fazer esta sua receita, pois parece ser deliciosa! Quando der dá uma passada no meu blog e vamos trocar receitas! abraços


borboleta africana...é um peixe disse...

Há muito tempo que gostava de experimentar este queijo.
Simplesmente ainda não consegui encontrá-lo à venda.
A particularidade de não derreter significa que tem um teor de gordura baixo?

Parabéns pelo seu blog.


Chef Spadanini disse...

Borboleta africana: segundo a wikipedia, a resistência ao calor vem do próprio processo de fabrico, em particular do facto da coalhada ser aquecida antes de se dar a forma ao queijo e colocá-lo em salmoura.
Não sou propriamente um especialista em fabrico de queijos, mas admito que a explicação esteja correcta... :)


 
© 2012. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff